Como funciona o seguro fiança? Entenda de uma vez!

Marca CredPago

Blog

Mercado03/12/2020

Ainda não sabe como funciona o seguro fiança? Veja!

Ao alugar um imóvel, existe a necessidade de contar com garantias relacionadas ao pagamento. Algumas já são bem conhecidas no mercado, como a presença de um fiador, o pagamento de um valor caução, entre outras alternativas. No entanto, vem ganhando destaque o seguro fiança. Opção elaborada justamente para quem não tem fiador, esse tipo de seguro traz ganhos não apenas para o inquilino, como também para o proprietário.

Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o assunto. Por isso, elaboramos este material para que você confira algumas informações importantes sobre o tema e saiba responder a todos os questionamentos de seus clientes. Continue a leitura e saiba mais!

O que é e como funciona o seguro fiança?

Conforme abordado, com o objetivo de trazer mais segurança para o proprietário e tranquilidade de que o aluguel será pago mensalmente, existe a necessidade de contar com algumas garantias. O seguro fiança é uma delas, que pode substituir o fiador ou o caução.

Seu funcionamento é bem semelhante a outros tipos de seguros que já conhecemos, como o de veículos ou o residencial. A principal diferença, nesse caso, é que o inquilino realiza o contrato, mas é o proprietário que fica como beneficiado. Ou seja, é o dono do imóvel quem receberá as indenizações presentes na apólice.

A cobertura está relacionada aos pagamentos das taxas e dos valores mensais de aluguel. Sendo assim, caso o inquilino deixe de pagar o IPTU, condomínio ou o próprio aluguel, o proprietário será ressarcido.

Existe a possibilidade, também, de serem acrescentadas outras taxas, como contas de água, luz, ações de despejo, entre outras. A duração depende do contrato, mas, normalmente, há a necessidade de se renovar anualmente.

Qual o valor a ser pago?

Não existe um valor fixo a ser pago pelo seguro fiança. Como em qualquer outro tipo de produto, vai depender de cada seguradora pesquisada. Por essa razão, existe a necessidade de buscar por aquelas mais conhecidas do mercado, entender os seus diferenciais, avaliar a qualidade do atendimento, bem como a sua expertise no ramo.

Normalmente, imobiliárias fecham parcerias com seguradoras para oferecer esse diferencial ao inquilino. Se essa for a sua intenção, faça um benchmarking com outras empresas e veja quais são as seguradoras escolhidas por elas, tire suas dúvidas e opte por aquela que melhor se encaixa às suas expectativas.

Como contratar o seguro fiança?

Se essa tiver sido a alternativa escolhida pelo proprietário e pelo inquilino, existe a necessidade de entregar a documentação necessária para que a seguradora possa formular o contrato. Novamente, vai depender de empresa para empresa. No entanto, existem algumas exigências comuns na maior parte delas, como:

  • comprovante de renda;
  • cópia de declaração de Imposto de Renda;
  • comprovante de endereço;
  • comprovantes de identidade (RG e CPF, por exemplo).

Para quem o seguro fiança é indicado?

O seguro fiança é indicado para as pessoas que desejam cobrir a locação de distintos imóveis, residenciais ou comerciais. No entanto, há alguns tipos de locação em que essa garantia não se aplica, como espaços alugados para hotéis, estacionamentos, entre outros.

Esse tipo de seguro é indicado principalmente para quem deseja ter a tranquilidade de saber que vai receber pelas obrigações mensais relacionadas aos valores pagos. Também é indicado para inquilinos que desejam contar com um processo menos burocrático e que, por algum motivo, não querem buscar por fiadores para constarem no contrato.

Quais são as principais vantagens do seguro fiança?

Agora que você já sabe as principais informações sobre o seguro fiança, chegou o momento de conhecer as principais vantagens de contratá-lo, tanto para inquilino, quanto para proprietário. Confira!

Sem constrangimentos para o inquilino

Para o inquilino, as principais vantagens se devem ao fato de que ele estará livre de constrangimentos. Entenda: caso precise de fiador, existe a necessidade de buscar por pessoas que se encaixam nas exigências da imobiliária. Além disso, é preciso conversar com essas pessoas e explicá-las como funciona essa questão, de modo que precisarão ter confiança em oferecer seu nome como garantia para que o inquilino alugue o imóvel.

Nesse sentido, o seguro fiança se destaca. Afinal, os únicos envolvidos serão as pessoas que de fato estão interessadas no processo (inquilino e proprietário). Os futuros locatários vão receber as fichas cadastrais para preenchimento das informações necessárias (endereço, aluguel etc.), além de informar quais serão os valores relacionados.

Garantia de segurança ao proprietário

Conforme abordamos, o seguro fiança é uma garantia de segurança ao proprietário de que os pagamentos relacionados ao seu imóvel serão realizados. Especialmente em períodos mais desafiadores, contar com a certeza de que todos os encargos serão pagos regularmente contribuem significativamente para que o dono do imóvel possa fazer compromissos com aquela quantia, sem surpresas desagradáveis.

Assistência 24 horas

O seguro fiança vai muito além de apenas trazer garantia de pagamento ao proprietário e ser mais uma alternativa para a imobiliária conseguir alugar imóveis com mais facilidade. Ele também oferece ganhos no dia a dia do inquilino, como assistência 24 horas. Dessa forma, há a possibilidade de realizar reparos emergenciais, solicitando atendimentos pré-estabelecidos em contrato.

É possível solicitar um chamado a qualquer dia e horário da semana. Por essa razão, o ideal é orientar o inquilino a tirar todas as dúvidas com a seguradora, conhecer as condições e verificar quais são as possibilidades que poderá usufruir ao longo do contrato.

Facilidade de pagamento

Outro benefício do seguro fiança é sua facilidade de pagamento. Ele pode ser pago pelo inquilino tanto à vista quanto parcelado (normalmente, as seguradoras oferecem a opção de até 12 vezes). Além disso, a vigência também é flexível, variando entre 12 e 30 meses.

Neste conteúdo, você pôde entender um pouco mais sobre o que é o seguro fiança, quais são as suas principais vantagens, além de conferir um pouco mais sobre as principais dúvidas relacionadas ao tema. Para que você possa fechar mais contratos de locação e garantir a satisfação de inquilinos e proprietários, o ideal é entender todos esses pontos, conhecer os benefícios que eles oferecem aos seus clientes, além de ter uma boa argumentação no momento da negociação. Assim, os resultados serão bem mais atrativos!

O que achou dessas informações? Compartilhe o conteúdo em suas redes sociais para que seus amigos também conheçam esses diferenciais!


Compartilhar
Facebook Google Plus Twitter Linkedin
Encontre uma imobiliária
CredPago
Escrito por
CredPago

A Revolução em locação imobiliária.


Mais de 6 mil imobiliárias parceiras
Pin
Encontre uma próxima de você


0800 001 6002

Atendimento digital
47 99936-0198



Parceiros

  • Captei
  • Colibri
  • Endeavour
  • Cartões
  • Vista
  • Universal
  • Casa Soft

Queremos garantir a melhor navegação e personalizar sua experiência no nosso site. Por isso, coletamos informações pessoais de preferências e interesses por meio de cookies e outras tecnologias semelhantes. Entenda como usamos os dados armazenados na nossa Política de Cookies.

Faça login em sua conta


Esqueci minha senha!