Como lidar com a inadimplência de aluguel? - CredPago

Marca CredPago

Blog

Mercado22/12/2020

Quer saber como lidar com a inadimplência de aluguel? Veja aqui!

A inadimplência é um problema sério para qualquer tipo de segmento, mas no ramo imobiliário os transtornos vão além do locador e do locatário, chegando ao fiador que é a pior das garantias quando se fala de recuperação de valores.

Quando o inquilino não consegue manter o pagamento em dia, uma série de eventos se desencadeia afetando a imobiliária, o proprietário e o fiador, com impacto no relacionamento e na credibilidade gerada no fechamento do contrato.

Neste post você vai saber quais os impactos causados pela inadimplência de aluguel. Continue lendo e veja algumas dicas para colocar em prática e lidar com esse tipo de problema!

Quais são os impactos da inadimplência de aluguel?

Depois de realizar as visitas e encontrar o imóvel ideal para locação é chegado o momento de cuidar da parte burocrática. Isso quer dizer que o futuro morador deverá apresentar à imobiliária os documentos necessários e garantias de que terá condições de arcar com o valor correspondente.

É um processo longo, de preenchimento da ficha de locação para avaliação do cadastro. Junto a ficha, são anexados alguns documentos e um deles é a comprovação de renda para atestar que o locador terá saldo suficiente para pagar o aluguel mensalmente.

Como critério de locação, as imobiliárias exigem garantias, sendo a principal, um ou dois fiadores com renda superior ao valor aluguel e imóvel quitado. Essa exigência é uma forma de assegurar que, caso o inquilino não pague, o fiador possa ser responsabilizado.

Com tudo pronto e aprovado, o contrato de locação é gerado e assinado pelas partes envolvidas — locador, locatário, fiadores e escritório imobiliário — com reconhecimento de firma e acordo de pagamento todo mês, conforme a data do vencimento.

Os problemas começam surgir quando o locador deixa de pagar o aluguel em dia e se torna inadimplente. Ultrapassado o prazo de tolerância e cobrança da imobiliária, as medidas cabíveis serão tomadas na tentativa de recuperação dos valores.

Caso o locador não tenha condições ou interesse em quitar o débito, o fiador será acionado como corresponsável. São ações sequenciais, em tentativas amigáveis que podem surtir efeito ou gerar um transtorno maior ainda.

Como solucionar o problema da inadimplência de aluguel?

Existem alguns passos a seguir em caso de inadimplência para facilitar as negociações e reduzir os prejuízos causados. Embora, na Lei do Inquilinato, estejam previstas sanções para locadores inadimplentes, na prática, é possível tentar um acordo pacífico antes de medidas mais drásticas.

Veja como você pode acionar o locador e realizar as cobranças pelo aluguel em atraso!

Apresentar possibilidades de solução

Se o objetivo é receber os valores em atraso, apresente possibilidades ao inquilino. Existem muitas razões para alguém se tornar inadimplente e uma delas pode ser a dificuldade momentânea de pagar o valor cheio.

Ofereça um acordo com parcelamento ou a opção de pagar pelo cartão de crédito. Em caso negativo é possível ainda estender o prazo para pagamento e na última hipótese, solicitar a desocupação do imóvel.

Fazer a cobrança em diferentes canais

Cerque o cliente inadimplente por todos os possíveis canais de comunicação. Além da abordagem presencial, realize cobranças por telefone, e-mail, SMS ou carta de cobrança. O importante é ter registros de todas as tentativas de contato com o cliente.

Assim, caso ele alegue no futuro que não foi notificado, você terá provas dos passos seguidos pela imobiliária. Não se esqueça de que a abordagem por inadimplência de aluguel deve seguir as regras prevista no Código do Consumidor.

O documento proíbe qualquer ação de constrangimento a alguém que esteja inadimplente. Portanto, utilize linguagem e tons adequados e não deve-se enviar cobranças em horários impróprios.

Protestar o título

Caso o aluguel seja pago via boleto é possível protestar o título em cartório depois de findado o prazo legal e acordado em contrato, que aliás, também serve de instrumento de protesto.

Essa é uma ação que não resulta em uma ordem de despejo, mas gera um débito financeiro com restrições no nome, ou seja, o locador ficará impedido de realizar qualquer operação que envolva crédito — solicitar cartão de crédito, pedir empréstimo ou gerar financiamento.

O protesto de título é vitalício e a restrição só será retirada depois que o inquilino pagar os débitos em atraso. Enquanto estiver vigente ele terá dificuldade de, inclusive, alugar outro imóvel, em função do histórico negativo.

Mover uma ação judicial

A ação judicial é a medida mais drástica e mais demorada. O processo de despejo demora em média cerca de 3 meses para ser julgado e caso seja um resultado procedente, o inquilino ainda terá 30 dias para desocupar o imóvel — são no mínimo 4 meses em apenas um processo.

O ideal é, primeiro, recorrer às alternativas anteriores para evitar o desgaste e o custo (até porque o locador pode sair da audiência com a causa ganha). Entretanto, não existe outra forma involuntária que obrigada o inquilino inadimplente a desocupar o imóvel.

Oferecer uma garantia paga

A garantia locatícia paga por cartão de crédito é, na atualidade, uma das modalidades mais seguras para imobiliárias e proprietários, pois há certeza do recebimento do aluguel caso o inquilino não cumpra o acordo.

Como funciona? Quando o locador decide alugar um imóvel não terá que apresentar fiador, nem mesmo enfrentar o longo processo burocrático. Basta ter um cartão com limite suficiente para pagar o aluguel todos os meses, enquanto o contrato estiver vigente.

Na CredPago o processo é realizado totalmente online, em menos de 1 minuto e com análise digital dos principais fatores que envolve o risco de inadimplência. O método de avaliação apura os dados do cartão de crédito e os hábitos de compra do titular.

Essa análise de crédito é importante para identificar padrões que indicam as possibilidades do futuro locador de pagar ou não as parcelas dos aluguéis. Em caso de inadimplência de aluguel, o problema será resolvido entre o titular do cartão e a operadora de crédito, isentando a imobiliária e o proprietário de qualquer ônus.

Se você gostou deste post e deseja se livrar dos transtornos da inadimplência de aluguel, entre em contato com a gente agora mesmo para saber como funciona a garantia locatícia por cartão de crédito e implemente na sua empresa!


Compartilhar
Facebook Google Plus Twitter Linkedin
Encontre uma imobiliária
CredPago
Escrito por
CredPago

A Revolução em locação imobiliária.


Mais de 6 mil imobiliárias parceiras
Pin
Encontre uma próxima de você


0800 001 6002

Atendimento digital
47 99936-0198



Parceiros

  • Captei
  • Colibri
  • Endeavour
  • Cartões
  • Vista
  • Universal
  • Casa Soft

Queremos garantir a melhor navegação e personalizar sua experiência no nosso site. Por isso, coletamos informações pessoais de preferências e interesses por meio de cookies e outras tecnologias semelhantes. Entenda como usamos os dados armazenados na nossa Política de Cookies.

Faça login em sua conta


Esqueci minha senha!