Imóvel para estudante: 7 dicas essenciais para alugar - CredPago

Marca CredPago

Blog

Aluguel10/12/2019

Imóvel para estudante: 7 dicas essenciais para alugar

Chegou a hora de o seu filho sair para estudar em outra cidade? Esse momento pode ser marcante na vida de todos da família — e a escolha de umimóvelpara estudante exige uma atenção diferenciada, já que envolve muitos fatores.

Nessas horas, planejamento, paciência e bom-senso são bem-vindos. Antes de tudo, é necessário definir as prioridades com os “pés no chão”, afinal, trata-se de uma fase de mudanças significativas. A pesquisa prévia é fundamental para aliar todas as necessidades, inclusive, em relação à economia.

Essa tarefa tem certo grau de desafio, e é por isso que selecionamos 7 dicas infalíveis para ajudá-lo a escolher o melhor imóvel para estudante. Confira!

1. Estude o tipo de imóvel

Antes de sair procurando uma casa ou apartamento, é preciso saber se o estudante pretende morar sozinho ou na companhia de colegas. Dependendo da situação, será necessário um número maior de quartos e banheiros.

As opções são diversificadas. Principalmente, se a cidade escolhida para passar a temporada de estudos comporta os variados tipos de moradia — como flat, casa, studio, apartamento, kitnet etc.

Será preciso manter uma área de lazer ou estudos separadamente? Essas são questões a serem levantadas com antecedência por todos os envolvidos. Assim, fica mais fácil organizar as coisas que farão parte da mudança de forma objetiva.

2. Pondere os valores

O valor do aluguel do imóvel é um dos pontos mais importantes quando o inquilino é estudante. Isso não é à toa, afinal, é preciso ter certeza de que o local escolhido pode ser bancado junto às outras despesas, que não são poucas.

Além da locação, os gastos incluem água, luz, condomínio, garantia locatícia, IPTU etc. Algumas taxas de aluguel já abrangem internet e gás encanado. Tudo isso servirá como norte para definir a localização do imóvel, portanto, é crucial contar sempre com a ajuda de um bom corretor imobiliário.

Na hora de fechar o contrato de locação, é recomendável ficar atento, ainda, para o valor do seguro contra incêndios. Quando se trata de apartamentos, a administradora do condomínio costuma arcar com essas despesas, porém, cobrindo apenas as áreas comuns a todos os condôminos — como hall de entrada, salão de festas, jardim, garagem e outras.

3. Verifique a localização

Após a definição de valores, verifique qual é a localização mais interessante para as necessidades do seu filho estudante. O ideal é que seja perto do colégio/faculdade ou com fácil acesso para chegar até lá por meio de transporte público, se um carro não estiver entre as opções de locomoção.

Muitas vezes, um imóvel com aluguel baixo fica afastado da faculdade, mas oferece muitos transtornos para o deslocamento. São problemas com trânsito, dias chuvosos que dificultam a mobilidade e outros inconvenientes que, se colocados na ponta do lápis, não compensam. Além disso, o custo com combustível ou transporte certamente fica mais caro.

Outro detalhe extremamente importante nessa conta é o grau de segurança existente na região escolhida para o jovem morar. É interessante conversar com a vizinhança e fazer visitas ao bairro em diversos horários para observar a movimentação local.

A preocupação com a segurança não deve se restringir ao bairro, mas estender-se dentro do próprio condomínio. Analise se, lá, existe algum sistema de segurança — como câmeras, cercas elétricas, monitoramento remoto e portaria. Seja diligente para não enfrentar aborrecimentos mais tarde.

4. Analise as garantias locatícias

Quando se decidir pelo tipo de imóvel, escolha uma imobiliária que ofereça uma forma de garantia mais fácil de lidar. Ou seja, sem a burocracia que sempre serviu de motivo para muita dor de cabeça a todos os envolvidos em um contrato de locação.

Imobiliárias que adotam a garantia locatícia instantânea da CredPago são muito mais ágeis para fechar negócio. Isso ocorre devido às facilidades que esse sistema oferece no ato do cadastramento, análise de dados e liberação para finalizar o contrato. Dê adeus ao fiador, livre-se de taxas de cartórios e do tempo perdido durante a espera pela aprovação.

5. Avalie as instalações do local

Pesquisas feitas previamente na internet ajudam muito a priorizar as unidades mais alinhadas às necessidades buscadas. Isso evita que o interessado gaste um dia ou muitos só visitando imóveis. Alguns sites oferecem inúmeros detalhes, como fotos profissionais e tour 360 para que você tenha uma noção mais aproximada do espaço.

Contudo, para saber se tudo está realmente em ordem, só uma visita presencial com uma boa dose de tranquilidade para checar o funcionamento de cada coisa. Quando chega essa etapa, é preciso muita paciência e boa vontade. Não caia na armadilha de verificar as condições do local superficialmente por ansiedade de fazer a mudança ou por pressa.

Agende uma visita e comece a inspeção já na fachada do imóvel. Mesmo de longe, analise a pintura e possíveis infiltrações e rachaduras aparentes. Dependendo do que estiver oculto, isso pode significar muito transtorno com reparos depois da mudança.

Se houver elevadores, avalie-os também. Teste as fechaduras da cada uma das portas, olhe atentamente para as paredes, para o piso e veja se as janelas abrem facilmente. Se o local tiver mobília, verifique por dentro.

Reserve um tempo especialmente para essa tarefa e avalie tudo com tranquilidade. Seja crítico para perceber se algo precisará de reparo e quanto isso pode custar. Esse tipo de coisa deve ser feita com antecedência e prudência.

6. Escolha a mobília

Muitos imóveis são alugados com a mobília básica completa e podem sair mais caro. A maioria, no entanto, mantém armários e pias nos banheiros.

Para uma temporada vivendo como estudante, é provável que não seja necessário adquirir muitos móveis para que o lugar fique perfeitamente habitável. O ideal é encontrar algo que supra as principais necessidades e garanta o mínimo de conforto.

7. Converse com os moradores do prédio

Quando estiver em visita ao apartamento/casa, procure conversar com os moradores vizinhos. Esse tipo de estratégia pode fazer toda a diferença, pois, quem já reside no local sabe perfeitamente qual é a realidade da rotina do condomínio ou dos arredores do bairro.

Procure saber porque as pessoas gostam de morar lá, como funciona a organização da vida local, se existem regras de convivência, quais são os pontos negativos que merecem mais atenção etc.

No entanto, tome o cuidado para não fazer isso de forma invasiva, abordando os moradores abruptamente pelos corredores. Procure agir com naturalidade e cortesia, estabelecendo uma conversa normal.

Hoje, muita gente mantém animais de estimação em apartamentos, então, é uma boa ideia verificar se o condomínio é pet friendly. Dependendo da estrutura do local, pode ser que a agitação de pets perturbe a tranquilidade do estudante que precisa de concentração.

Com essas recomendações, fica muito mais fácil saber por onde começar a procurar um imóvel para estudante, não é? Um bom planejamento poupa tempo e ajuda a encontrar o lugar certo para que o seu filho possa se dedicar à nova fase da vida com segurança e bem-estar.

Se você já passou por essa jornada em busca de um bom lugar para morar, deve ter algo para compartilhar e sugerir. Então, deixe o seu comentário e contribua com a sua experiência!


Compartilhar
Facebook Google Plus Twitter Linkedin
Encontre uma imobiliária
CredPago
Escrito por
CredPago

A Revolução em locação imobiliária.


Mais de 6 mil imobiliárias parceiras
Encontre uma próxima de você


0800 001 6002

Atendimento digital
47 99936-0198



Parceiros

  • Captei
  • Colibri
  • Endeavour
  • Cartões
  • Rede Vistorias
  • Vistoria Simples
  • Vista
  • Universal
  • Casa Soft

Faça login em sua conta


Esqueci minha senha!