6 boas práticas para otimizar a gestão de imóveis na sua imobiliária - CredPago

Marca CredPago

Blog

25/04/2019

6 boas práticas para otimizar a gestão de imóveis na sua imobiliária

O setor imobiliário é um ramo que envolve muitas negociações como compra, venda, locação, gerenciamento de condomínios e processos de financiamento de imóveis. Por conta desses diversos serviços, a atuação na área acaba trazendo muita complexidade e seriedade para realizá-los, afinal existe muita burocracia envolvida. Para garantir o desenvolvimento da sua imobiliária nesse quesito, o ideal é aplicar uma gestão de imóveis.

Uma gestão imobiliária é um conjunto de práticas que ao serem aplicadas têm o intuito de manter um crescimento sustentável e constante de uma organização. Com isso, o mercado imobiliário vive sofrendo altos e baixos, tornando indispensável a aplicação de uma gestão de imóveis. É como se fosse uma solução para as surpresas do mercado imobiliário que podem atingir a empresa.

Se você não sabe bem como funciona uma gestão imobiliária, continue por aqui e veja boas práticas que podem ajudar nessa tarefa, que podem acabam trazendo ótimos resultados para a sua imobiliária. Vamos lá?

Como aplicar a gestão de imóveis na sua imobiliária?

Primeiramente, vale destacar que todos os processos que envolvem uma negociação em imobiliárias, como contratos de compra e venda de imóveis, e até mesmo locação, envolvem uma série de documentos e burocracia, para seguir os requisitos da lei e também para trazer certa segurança para as partes envolvidas no negócio.

Sendo assim, é muito importante aplicar uma gestão de imóveis para otimizar os processos e conseguir resultados favoráveis. Entre eles redução de gastos, erros e tempo para realização das tarefas. Vamos ver um pouco dessas práticas?

1. Organizar a carteira de clientes

Criar uma carteira de clientes é uma ótima técnica para poder saber exatamente quem é o seu público, mapear as respectivas necessidades de cada um deles e conseguir direcionar o atendimento, ficando atento aos compromissos e aumentando as chances de fechar novos e bons negócios.

Portanto, é muito importante saber organizar essa carteira de clientes, pois, se estiver uma bagunça, de nada vai adiantar essa estratégia. Dessa forma, a primeira coisa a ser feita é sempre atualizar as informações dos clientes de forma contínua, trazendo dados cadastrais e meios para contato com a pessoa.

Você pode também separar os clientes por categoria, utilizando diferentes perfis e situações para dividir. Com isso, você consegue identificar facilmente o cliente de acordo com o rumo que a negociação com ele está. Essa divisão pode ser feita da seguinte forma: clientes ativos, clientes inativos, ex-clientes, e os chamados prospects, que são pessoas que demonstram interesse pela sua empresa ou de realizar algum negócio com você.

Os clientes inativos ou ex-clientes podem até ser excluídos após a separação por categorias, para que você limpe sua base de dados e consiga manter apenas aqueles contatos que são possíveis compradores ou locatários.

2. Manter documentação agrupada e atualizada

Como já foi dito, todo processo em uma imobiliária envolve uma série de documentos. Sendo assim é muito importante que a empresa mantenha toda essa documentação organizada e devidamente atualizada. Para isso, você deve ter sempre em mãos os documentos com relação do inquilino, relacionados ao fiador ou ao seguro-fiança, em casos de locação de imóveis.

Já sobre o imóvel é importante garantir uma regularidade com os documentos. Confira se os débitos municipais estão em dia, se a matrícula do imóvel está de acordo, bem como outras informações. Se em algum momento for necessário apresentar alguns desses dados, a tarefa torna-se bem mais fácil, afinal de contas, você vai saber exatamente onde encontrar.

3. Ficar atento aos prazos envolvendo contratos

Para manter uma boa gestão, é muito importante ter uma boa noção dos prazos dos contratos. Após serem firmados, é necessário que se tenha em mente quais os prazos relacionados com a extinção ou renovação desses contratos. Assim como o andamento do pagamento de alguma parcela, no caso de locação, ou quitação de impostos devidos.

Dê prioridade para contratos com prazos mais próximos de serem encerrados, pois merecem uma devida atenção. Para se atentar quanto a esses prazos é necessário um certo planejamento, pois evita que prazos sejam perdidos ou o contrato fique em situação irregular.

Um contrato de locação tem prazos mais curtos e necessita de atenção constante, visto que há um compromisso mensal entre o locador e o locatário. Isso garante um certo controle das parcelas para evitar inadimplência e uma atenção quanto a renovação.

4. Criar processos para organizar as tarefas

As rotinas de corretores ou outros funcionários de uma imobiliária são frequentes e se baseiam em atender o cliente e tentar criar uma boa experiência para o mesmo quanto às negociações, o imóvel que ele pretende comprar ou alugar, sempre atentando às necessidades apresentadas pelo freguês.

Com isso, é importante que se crie processos que organizem as tarefas para que tudo flua de forma natural. Você garante que os processos sejam executados de forma ágil, sem gerar dúvidas no cliente, transmitindo uma segurança e controlando toda a situação.

5. Melhore o controle da agenda

Um problema que incomoda muito os profissionais, não só do ramo da imobiliária, mas também de outros ramos, é a falta de tempo. Ele acaba impactando muito na gestão de imóveis. Sendo assim, é essencial que você saiba equilibrar e manter um controle sobre a agenda da sua imobiliária.

Com esse controle é possível que todas as tarefas sejam feitas no momento certo, atendendo a todos os clientes, sempre priorizando aqueles que têm mais urgência. Para isso, delegue tarefas para os funcionários, crie um planejamento como já foi falado no item anterior e faça uma atualização dessa agenda diariamente, pois, assim, você estará ciente de tudo o que precisa ser feito naquele dia.

6. Fazer uso de softwares e aplicativos

Existem aplicativos e programas que podem auxiliar bastante na gestão de uma imobiliária. Eles são capazes de organizar documentos dos clientes de forma categórica, criam listas de atividades diárias e ainda possibilitam uma maior produtividade, porque as tarefas são executadas de forma mais facilitada.

Às vezes algumas tarefas feitas de forma manual ou apenas com planilhas não são suficientes para dar conta de toda a demanda, então o investimento em tecnologia vai otimizando todos os processos feitos na empresa e a administração.

Por fim, é importante ressaltar que a imobiliária deve prestar total atenção ao cliente em todo o atendimento, sempre tentando atender as necessidades e mostrando imóveis que conversem com a realidade dele. Acompanhe adequadamente os processos de locação, dando suporte ao locatário, e não descuide do comprador no pós-venda, para saber se ele está adaptado e se deu tudo certo com a compra.

Gostou de aprender um pouco mais sobre como realizar uma gestão de imóveis? Ficou interessado em ver mais conteúdos como esse? Então nos siga em nossas redes sociais Facebook e YouTube para continuar nos acompanhando!

 


Compartilhar
Facebook Google Plus Twitter Linkedin
Encontre uma imobiliária
CredPago
Escrito por
CredPago

A Revolução em locação imobiliária.


Mais de 6 mil imobiliárias parceiras
Encontre uma próxima de você


0800 001 6002

Atendimento digital
47 99936-0198



Parceiros

  • Captei
  • Colibri
  • Endeavour
  • Cartões
  • Rede Vistorias
  • Vistoria Simples
  • Vista
  • Universal
  • Casa Soft

Faça login em sua conta


Esqueci minha senha!